Mostrar registro simples

dc.contributor.authorCacho, Mylenna Vieira
dc.contributor.authorMoura, Dante Henrique
dc.contributor.authorArruda, Eloisa Varela Cardoso de
dc.contributor.authorSILVA, Francisca Natália da
dc.date.accessioned2015-11-25T13:33:20Z
dc.date.available2015-11-25T13:33:20Z
dc.date.issued2015
dc.identifier.citationA história da EJA, segundo Tamrozzi e Costa (2007), remonta o período colonial, marcando um ponto inicial na década de 1940 quando o analfabetismo foi visto como um problema nacional. Moacir Gadotti (2011) acrescenta que a história da educação de adultos, propriamente dita, no Brasil, poderia ser dividida em três períodos: de 1946 a 1958, em que foram realizadas grandes campanhas nacionais de iniciativa oficial, chamadas de “cruzadas”; de 1958 a 1964, período em que se colocou em prática o Plano Nacional de Alfabetização de Adultos, dirigido por Paulo Freire e extinto pelo Golpe de Estado de 1964; e no governo militar com campanhas como a Cruzada do ABC (Ação Básica Cristã) e, posteriormente, com o MOBRAL (Movimento Brasileiro de Alfabetização).pt_BR
dc.identifier.urihttp://memoria.ifrn.edu.br/handle/1044/382
dc.descriptionArtigo apresentado no II Congresso Nacional de Educação ( II CONEDU).pt_BR
dc.description.abstractEste artigo apresenta uma análise sobre algumas políticas públicas de formação de professores no Brasil, sobretudo as direcionadas à educação profissional e ao PROEJA (Programa Nacional de Integração da Educação Profissional com a Educação Básica na Modalidade de Educação de Jovens e Adultos). Inicialmente, contextualiza-se o ensino de educação de jovens e adultos no Brasil até o surgimento do PROEJA, aponta-se, em seguida, a necessidade de formação de professores atuam/atuarão neste Programa. Busca-se uma reflexão acerca de uma concepção pedagógica que acolha a proposta humanizadora, que vislumbre uma educação crítica e emancipadora do homem, articulada a conhecimentos científicos e tecnológicos integradas à formação profissional, não para atender a uma necessidade econômica vigente e a um grupo hegemônico, mas que vise a uma transformação de uma sociedade mais justa e de melhores condições de vida.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.publisherRealize Editorapt_BR
dc.subjectFormação de professores. Políticas públicas. PROEJA.pt_BR
dc.titleFormação de docentes para a atuação na educação profissional articulada à educação de jovens e adultos : perspectivas e desafiospt_BR
dc.typeconferenceObjectpt_BR


Arquivos deste item

Thumbnail

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Mostrar registro simples