Mostrar registro simples

dc.creatorFloresta, Nísia
dc.date.accessioned2019-05-24T11:41:51Z
dc.date.available2019-05-24
dc.date.available2019-05-24T11:41:51Z
dc.date.issued2018
dc.identifier.isbn978-85-54885-06-9pt_BR
dc.identifier.urihttp://memoria.ifrn.edu.br/handle/1044/1661
dc.languageporpt_BR
dc.publisherInstituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Nortept_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectLiteratura-Viagempt_BR
dc.subjectMemóriaspt_BR
dc.subjectDiáriospt_BR
dc.titleTrês anos na Itália: seguidos de uma viagem á Gréciapt_BR
dc.typeLivropt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentReitoriapt_BR
dc.publisher.initialsIFRNpt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ: CIÊNCIAS HUMANASpt_BR
dc.description.resumoO primeiro volume do livro “Três anos na Itália, seguidos de uma viagem à Grécia”, de Nísia Floresta, foi traduzido por Francis-co das Chagas Pereira e publicado pela Editora da UFRN em 1998. Neste segundo volume, Nísia sequencia a narrativa de suas via-gens pela Itália, à época ainda não unificada, e retrata, com extraor-dinários detalhes, a luta do povo italiano para ver seu país livre do jugo estrangeiro. Depois, vai à Grécia, visita muitas cidades, como Atenas e Tebas, entre outras, descrevendo em minúcias as antigui-dades e as obras de arte, de forma tão precisa que imaginamos visualizá-las. Voltando à Itália, revê locais por onde já havia estado e feito grandes amigos, concluindo sua viagem em San Remo.Características do Romantismo estão todas presentes nesta obra, como o sentimentalismo (saudade, emoção, tristeza); a liber-dade de expressão; o confessionalismo (sentimentos pessoais da autora, expressos na obra); a exaltação dos valores e dos heróis do país, ambientando seu passado histórico; a crítica social e o subjetivismo (tratamento dos assuntos de forma pessoal, segundo sua opinião).Viajando quase sempre acompanhada de sua filha, a autora descreve o que observavam em cada local e, em meio a isso, ava-lia os acontecimentos, dirige-se particularmente a alguns amigos ou expressa suas emoções, principalmente a saudade – do filho, da família e da pátria.Ao traduzir este volume, atendi ao pedido que Francisco, meu inesquecível esposo, me fez antes de falecer; e, por outro lado, tive a oportunidade de aprender tanto e de voltar a esses países, vendo--os de uma forma bem mais profunda e sábia.pt_BR


Arquivos deste item

Thumbnail

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Mostrar registro simples